Basta sacudir-se… E tudo passa!

“Pois eu me sinto como se tivesse vindo a este mundo há muito, muito tempo. Apenas arrasto a vida, como uma barcaça interminável… E muitas vezes me falta até a vontade de viver. Claro, tudo isso é besteira. Basta sacudir-se e tudo passa.”

A. P. Tchekov .