Sê… nada

Para ser grande, sê inteiro: nada
Teu exagera ou exclui.
Sê todo em cada coisa. Põe quanto és
No mínimo que fazes.
Assim como em cada lago a lua toda
Brilha, porque alta vive

. Ricardo Reis .


3 comentários sobre “Sê… nada

  1. Sabe que é um dos meus poemas prediletos? Adoro, especialmente ” Para ser grande, sê inteiro: nada
    Teu exagera ou exclui”…
    Eu acho que às vezes me boicoto ! Droga!
    Aí sou menos do que poderia 😦

    obrigada pela reflexão

    beijos

  2. Lindo!

    No meu anivesário de 15 anos, minha professora de português e literatura, me escreveu isso num cartão que tenho guardado até hoje…

    ^^

    Que bom que a tarde cintilante te fez lembrar algo bonito Ly…
    Durante muitos anos desde quando comecei a escrever, meu maior sonho era escrever algo que pudesse causar um efeito nas pessoas..que elas se sentissem entretidas, ou que se vissem dentro da escrita…. e ao ler seu comentário fiquei muito, mas muito feliz mesmo… de verdade!

    Grande beijo flor!
    E pode deixar, que assim que as coisas aliviarem por aqui, eu volto a ler “a menina”…por enquanto está impossível de conseguir chegar perto do livro…ehehh

    Qualquer coisa, me adiciona no messenger…

    lidiabgoliveira@hotmail.com

    KISSU!
    🙂

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.