É preciso não esquecer nada

É preciso não esquecer nada:
nem a torneira aberta nem o fogo aceso,
nem o sorriso para os infelizes
nem a oração de cada instante.
É preciso não esquecer de ver a nova borboleta
nem o céu de sempre.
O que é preciso é esquecer o nosso rosto,
o nosso nome, o som da nossa voz, o ritmo do nosso pulso.
O que é preciso esquecer é o dia carregado de atos
a idéia de recompensa e de glória.
O que é preciso é ser como se já não fôssemos
vigiados pelos próprios olhos
severos conosco, pois o resto não nos pertence
 

. Cecília Meireles .


6 comentários sobre “É preciso não esquecer nada

  1. Viciado é engraçado, hehehe.

    “O que é preciso esquecer é o dia carregado de atos
    a idéia de recompensa e de glória.”

    A vida sem expectativas seria perfeita.

    Talvez insonsa.

    É, há controvérsias.

    E adoro aspar as aspas 😛

  2. Lindo.
    Cecília Meireles é bom, por coincidência hoje estava procurando algumas poesias para colocar em um blog novo que estou criando e encontrei essa… lindo demais.
    Existe muita coisa que precisamos esquecer para poder reinventar um novo mundo.

    beijos e um ótimo dia.
    😉

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.