Só o amor

Kipling não pensou nelas (as crianças que carregam na veia o Ocidente e o Oriente), quando disse que o Oriente e o Ocidente nunca se encontrariam. Sempre se encontram, assim como os povos se encontram e se entendem, no amor, quando não na política. É o amor que aproxima os seres humanos, muitas espécies de amor, mas o amor”

. Pearl S. Buck in A Grande Travessia .