Monstro

No silêncio que se seguiu à minha frase, compreendi a natureza exata da minha nova maldição: teria que passar o resto da vida convivendo com a impunidade.
Lembrei do sonho de Hassan, aquele em que nadávamos no lago. ‘Não tem monstro nenhum aí’, era o que tinha dito, ‘só água’. Mas ele estava enganado a este respeito. Tinha um monstro no lago, sim. Ele agarrou Hassan pelos quadris e o arrastou para o fundo tenebroso. Esse monstro era eu.
Foi a partir dessa noite que passei a ter insônia”

. Khaled Hosseini in o Caçador de Pipas .