Lúcida em Excesso

Estou sentindo uma clareza tão grande que me anula como pessoa atual e comum: é uma lucidez vazia, como explicar? assim como um cálculo matemático perfeito do qual, no entanto, não se precise. Estou por assim dizer vendo claramente o vazio. E nem entendo aquilo que entendo: pois estou infinitamente maior do que eu mesma, e não me alcanço. Além do quê: que faço dessa lucidez? Sei também que esta minha lucidez pode-se tornar o inferno humano — já me aconteceu antes. Pois sei que — em termos de nossa diária e permanente acomodação resignada à irrealidade — essa clareza de realidade é um risco. Apagai, pois, minha flama, Deus, porque ela não me serve para viver os dias. Ajudai-me a de novo consistir dos modos possíveis. Eu consisto, eu consisto, amém.”

.Clarice Lispector in Aprendendo a Viver .

5 comentários sobre “Lúcida em Excesso

  1. John Doe disse:

    Acho que meio que entendo, tenho uma duvida, uma escolha que sei que devo fazer, posso ver perfeitamente as concequencias de ambas, queria me iludir de forma a achar que alguma delas traria vida a mim, mas creio que vejo a vida com tamanha lucidez que é impossivel me iludir dessa maneira…

  2. Lídia disse:

    Lyyyy!
    Ai, que saudade de tu!
    Tudo bem?
    Feliz 2008 atrasado!…recebi seu recado no msn…e respondi.
    Espero que tenhas visto!

    Beijão querida!
    Agora a internet tá de volta e ninguém segura…uahau

    KISSUUUUUUUUUU!!!!!!!

    =D)

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s