Eu existo

Não há homem ou mulher que por acaso não se tenha olhado ao espelho e se surpreendido consigo próprio. Por uma fração de segundo a gente se vê como a um objeto a ser olhado. A isto se chamaria talvez de narcisismo, mas eu chamaria de: alegria de ser. Alegria de encontrar na figura exterior os ecos da figura interna: ah, então é verdade que eu não me imaginei, eu existo”

. Clarice Lispector in A Descoberta do Mundo .


2 comentários sobre “Eu existo

  1. E vou roubar este texto tbm. Sem te furto, mas só Clarice e, é; as vezes Caio também. E as vezes roubo mais. Ok: roubo tudo daqui.

    Mas dou os créditos, sempre.

    [ganhei Pedras de Calcutá da minha namo. É bom viu… já leu, eu sei, mais releia “Uma história de borboletas”, quando puder…]

    Bjo,
    Lucas.

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.