Cegos

Penso que não cegamos, penso que estamos cegos, cegos que vêem. Cegos que, vendo, não vêem”

. José Saramago in Ensaio sobre a Cegueira .