Pela primeira vez em anos

I slur a plea for you to come home
But I know it’s too late
I should have given you a reason to stay

Death Cab for Cutie

 

Eu sei amor que as coisas não foram tão belas como imaginávamos.
Eu também sei que as diferenças deixaram vazios
Espaços de palavras que não foram ditas

Mas olha, eu guardei todas as suas cores mais preferidas
Aqui nessa caixa de madeira que você me deu com flores

À noite quando tudo está tão cinza
Eu vejo ela ali,
Em cima do gaveteiro onde nossas roupas se misturavam
Eu sorrio, porquê sei que você está aqui também
Em todas as suas cores

Cada uma me faz lembrar um sorriso
Uma tarde, um presente, um beijo
Todas me lembram você
Todo o espectro de cores possíveis

Só que ontem eu chorei
Chorei todas as lágrimas que engoli esperando você voltar

Eu abri a caixa de madeira
Precisei tocar as cores com a mão
Precisei muito de você

Estava vazia
Você se foi e levou todas as cores
Fiquei realmente só
Pela primeira vez em anos

{ Lyani } 23/10/2008

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil License.

7 comentários sobre “Pela primeira vez em anos

  1. Roberta disse:

    Se eu disser que fiquei literalmente sem palavras não seria a primeira vez lendo seus belos textos…
    Sinto-me tão feliz em ter uma pessoa tão especial coo amiga….

    Obrigada…

    Bjos

  2. Rosana disse:

    Lyani,
    Lindo e muito sensível. Eu consegui me ver dentro desse poema, sentindo a dor da perda. Você consegue passar os sentimentos de forma sutil e verdadeira.
    Parabéns pelo blog.
    Rosana

  3. Fabricio Carlos disse:

    Sinceramente, não me lembro de ter lido um texto com esse tema que conseguisse dar “conforto” num estado de solidão… muito lindo…

    Quando ao meme, valeu por responder e fico feliz por vc ter ficado feliz… rs
    O engraçado dessa brincadeira, é que vc acaba encontrando um outro item em comum com a lista de quem te indicou ou de quem foi indicado… No (nosso) caso, faça o livro – já que vc está minha frente, rs – pois serei uma pessoa que comprará com prazer…


    quanto so 2º comentario: sei como isso funciona…rsrs
    Mas no final izem que o mais importante é estar vivo! E se for verdade o que dizem sobre enquanto existir vida, existir esperança…

    —–

    bjs…

  4. O Trovador disse:

    Lindíssimo texto ma cheri!

    Eu não sei que é pior, estar só por estar sempre só ou estar só porque a pessoas que lhe acompanhava foi embora.

    Eu imagino ambos e são ambos dificieis.

    Dificil dizer.

    É dificil viver em função de alguém, é dificil viver em função de si mesmo.

    rsrsrs

    Como diria Renato Russo: Viver é foda, morrer é dificil.

    Mas bem que eu queria ter tido essa cumplicidade que suponho há/houve no texto.

    E você vai me dizer: “Você vai ter ainda” e eu vou responder: “Duvido. Duvido seriamente”

    Beijooos ma cheri!

    ^^

    Lindissimo texto, de verdade!

    ps. fui aprovado no meu exame de direção 😛
    não que isso tenha alguma coisa a ver, mas tou falando pra todo mundo mesmo 😛

  5. Jacinta Dantas disse:

    Nossa, Lyani, que bonito! doído, mas bonito.
    E eu, brincando com as cores, divago entre as cores sem mencionar a cor cinza do que fica de cinzas quando, na vida, sentimos o vazio de estar só.
    Lindo o seu jeitinho de escrever.
    Beijo

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s