Nada além do Nada

Avessos de memórias
Não tenho identidade nem medos
Nem histórias

{ Lyani } 17/11/2004

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil License.

5 comentários sobre “Nada além do Nada

  1. Lunna disse:

    Hoje, a alusão do tempo está em todos os cantos e acho que é assim porque nós preferimos deixar as coisa ali em estado de silêncio para verificar anos depois a lucidez delas. Não acha?

    “Não tenho identidade nem medos nem histórias” o nada que se parece tudo e o tudo que não é nada…

  2. Flor ♥ disse:

    Olá! Essa visitinha de hoje tem um motivo especial!
    Quero convidar você a participar de uma mais do que justa homenagem a grande poetisa Florbela Espanca, que em 8 de dezembro faria aniversário… Gostaria de poder contar com você para distribuir pela blogosfera o perfume e o sabor de sua poesia, em Blogagem Coletiva no próximo dia 8 de dezembro, em “INTERLÚDIO COM FLORBELA”. Venha fazer parte desse grupo que aplaude e reverencia essa mulher excepcional que tanto contribuiu para a beleza do mundo com seus poemas!

    http://interludioemflor.blogspot.com/2008/11/interldio-com-florbela.html

    Beijos!

    Flor ♥

  3. Jacinta Dantas disse:

    Menina, em 2004 você escreveu e só agora nos mostra?
    Acho tão bonito escrever assim. Três linhas e, tudo.
    Pois é,
    para viver, vivo driblando meus medos – que tenho muitos –
    Beijos e bom domingo

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s