08.12 – 114º Aniversário de Florbela Espanca

Este post faz parte da blogagem coletiva proposta por Flor♥:

Interlúdio com Florbela

É vão o amor, o ódio, ou o desdém;
Inútil o desejo e o sentimento…
Lançar um grande amor aos pés de alguém
O mesmo é que lançar flores ao vento!

Todos somos no mundo “Pedro Sem”,
Uma alegria é feita dum tormento,
Um riso é sempre o eco dum lamento,
Sabe-se lá um beijo de onde vem!

A mais nobre ilusão morre… desfa-se…
Uma saudade morta em nós renasce
Que no mesmo momento é já perdida…

Amar-te a vida inteira eu não podia,
A gente esquece sempre o bom de um dia.
Que queres, meu Amor, se é isto a vida!

. Florbela Espanca .

17 comentários sobre “08.12 – 114º Aniversário de Florbela Espanca

  1. Lunna disse:

    Bom dia Lyani, que delícia de post, fiquei eu aqui com um sorriso nos lábios:

    (…)”Lançar um grande amor aos pés de alguém
    O mesmo é que lançar flores ao vento!”

  2. agarota disse:

    Florbela, gosto tanto dela! (a rima não foi intencional, juro =P)
    Eu Sou o Mensageiro é muito bom sim ^^ apesar de que a Menina é sem comparação 🙂
    A citação é meio triste, mas na verdade eu separei numa época em que estava meio triste… tava guardada pra quando eu tivesse assim meio sem ter o que escrever. Mas vou ver se acho algumas menos tristes =]
    =***

  3. rosane disse:

    Estou muito feliz de poder participar dessa iniciativa. Pouco conhecia de Florbela mas o pouco que conhecia me apaixonei, agora que muito conheço minha paixão maior ficou!
    Parabéns por sua bela participação e linda escolha!

  4. Edu disse:

    Cara Ly,

    Boa lembrança. Eu esqueço destas datas. Sou ruim com efemérides (que nome para datas comemorativas!:->).
    Comecei a ler Florbela Espanca na adolescência (parece que foi ontem :->). O que eu entendia dela? Somente a dor. Sobretudo a dor. Adolescente entende de dor.

    Com o tempo, a leitura foi se modificando. Acho que sigo sem entender (cá entre nós, nunca arrisco dizer que entendo uma mulher, nao decifro nem a minha filha de 10 anos:->). Mas, hoje, a poesia dela não me parece principalmente dor. Transpira uma coragem de assumir riscos, de se expor mesmo sem a força para enfrentar.

    Quem sabe o que me dirá Florbela em + 20 anos?

    Um ab
    edu
    “E se um dia hei de ser pó, cinza e nada
    que seja minha noite uma alvorada,
    que me saiba perder…prá me encontrar… “

  5. Urbano disse:

    Florbela fala do amor-dor como ninguém!

    Isto é o que eu chamo de uma corrente do bem! Como é que se poderia chamar uma iniciativa que enche de poesia a blogosfera? Aqui está uma excelente oportunidade para que todos conheçam um pouco mais sobre a genial Florbela Espanca.

    Eis um trecho de “Ser poeta”, de Florbela:

    “Ser poeta é ser mais alto, é ser maior
    Do que os homens! Morder como quem beija!
    É ser mendigo e dar como quem seja
    Rei do Reino de Aquém e de Além Dor!”

    Parabéns a todos que estão participando!

    Sensata Paranóia

  6. georgia aegerter disse:

    Lyani, os poemas de Florbela Espanca, sao sensacionais. Pena que ela pagava um preco muito alto ao escrevê-los. Cercada de melancolia nao soube trabalhar dentro dela tantos sentimentos diferentes.

    Um grande abraco e boa semana

  7. Du disse:

    “Florbela é a flor maior da poesia romântica,
    é o sofrimento em versos de um soneto
    é o amanhecer mais belo de um encanto
    é aquela que se perdeu pra se encontrar.”
    (Lustato)

  8. Alma Poeta disse:

    Florbela é divina e estou hiper feliz de também ter participado desta linda blogagem.
    Hoje a blogosfera exala um doce perfume desta mulher com nome de Flor…bela!
    Beijos e adorei seu post!

  9. Dauri Batisti disse:

    É… é a vida. Termo popular que ganhou nobreza nas palavras da Florbela.
    É… é a vida. A Dalva com suas dificuladades de conexão.
    É… melhor optar pelo amor em qualquer momento, mesmo que seja só um momento de ilusão e mesmo que a gente esquece o bom de um dia. Fazer sempre a reopção pelo amor pode até nos cansar, mas não há outra saída. Por quê? Por´que é a vida.

    Beijos

  10. Flor ♥ (Dalva) disse:

    Bom dia, meus queridos!

    Chegamos ao grande dia da Blogagem em homenagem a Florbela Espanca.

    Tanto ansiei por este dia, e eis que, por caprichos do acaso, desde sábado estou com problemas sérios de conexão, e hoje estou aqui graças ao PC de uma Lan House… Cheia de vontade de ler os seus posts, que tão carinhosamente estão sendo publicados, mas por hora impossibilitada… A presença do técnico está marcada para hoje às 16.00 h. Espero que tudo volte ao normal para que possa, além de me deliciar com as suas postagens, publicá-las no Interlúdio com Florbela, como uma pequena forma de agradecer pelo carinho de vocês… Conto com a compreensão de todos… Beijos!

    Flor ♥

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s