Dezembro

XVII Desafio Incubadora Literária
Tema: Dezembro
Período para votação: 19 a 21 de Dezembro

De alguma forma aquela agitação nas ruas, nos correios, nas lojas, desenhavam um pequeno sorriso no canto de seus lábios. Havia um brilho a mais em seus olhos, e eram as pequenas luzes nas árvores, sacadas, janelas, que piscavam incessantes. A data ainda estava longe, mas parece que a alegria daquele momento, embora errônea e fora de foco, já começava a inspirar as pessoas desde os primeiros dias de dezembro. Podia até dizer ─ e dizia ─ que não gostava muito daquela época, mas no fundo, apesar daquela tristeza que dezembro sempre trazia, gostava da cidade enfeitada, das luzes piscando, do clima ameno e familiar, das ruas abarrotadas, do trânsito. De um modo inexplicável aquela magia, que tantos diziam existir, também a contaminava.

Aprendeu muito cedo a não acreditar em Papai Noel, e muito cedo perdeu grande parte da magia que aquele mês porporcionava. Depois, com o tempo, foi entendendo a realidade daquela época, o capitalismo, as vendas, as festas que não tinham em momento algum o intuito de lembrar ou celebrar o real motivo de tornar dezembro um mês especial. Sem contar a canseira do ano todo de trabalho, as contas se acumulando, o 13º usado pra comprar presentes e pagar as contas e um pouquinho para ajudar no IPVA e IPTU e outras tantas em janeiro. Contas ótimas para dar as boas vindas ao novo ano. E tudo isso aliado ao fato de ser o mês em que efetivamente inicia-se o Verão.

Ah, o terror do Verão. Ao contrário de muitos, nunca gostou dessa estação extremamente intensa e calorosa. Gostava muito mais do inverno, embora sua estação preferida fosse o Outono. Mas ainda assim, dezembro lhe trazia um sorriso tímido aos lábios e lembranças doces. Aquele bolo de carne moída de sua avó feito apenas para o almoço do dia 25, a árvore de Natal tirada daquela caixa em baixo da cama e montada entre carinhos e risadas, o stress das luzes que depois de colocadas nas janelas não funcionam, o sentimento de final de ano e tarefa cumprida, os amigos secretos e suas surpresas, o farfalhar dos embrulhos de presente, as cores verde e vermelho que se sobressaem em tudo.

Dezembro, um mês de sentimentos contraditórios; um mês como todos os outros e no entanto, Dezembro.

{ Lyani } 17/12/2008

Creative Commons LicenseEsta obra está licenciada sob uma
Licença Creative Commons

7 comentários sobre “Dezembro

  1. Paulo disse:

    Olá minha cara! Visto que não fomos apresentados,
    mas chego assim depressa,
    como quem aprecia suas palavras,
    embora ainda não tenha me visto por aqui!

    Mas deixo pra ti um presente
    exposto na minha página! Se puder conferir! Beijos!

  2. mariah disse:

    e sabe que hj oq falta da humanidade eh justamente ver o natal desta forma..linda…
    faz um bom tempo que o natal n tem mais sentido assim pra mim..sei lá..a familia acho que nao ajuda..mais com certeza qnd me casar kero um natal assim..estrelasdo brilhante..colorido… com os olhos de crianças achando td mais lindo..=)

    beijos..adorei aki ..vi seus arkivos.me apaixonei haha…te linkei certo !? boas festas..

  3. mai disse:

    Sabe o pensamento mágico, que a criança tem e que faz com que ela creia em quase tudo, por vezes, ainda os tenho.
    Não cria em Papeis Noeis, desde “quinininha”. Porque pedi um livro grande que eu queria, e não veio. Veio outra coisa-qualquer, um quem-noel, não leu, nem meu sonho, nem meu pensamento ou mesmo a carta.
    Mas, ainda ontem eu estava olhando, ao longe, cá, onde moro, vejo as luzes da cidade inteira.
    E, no natal, porque é dezembro, tem mais luz – nas cidades e nos corações.

    És uma dessas luzes, Lyani-lume.

    Feliz Natal.

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s