A Dúvida, a Solidão, logo… a Escrita

Essa é a verdade. Mais nada. A dúvida é escrever. É, portanto, também, o escritor. E com o escritor todo o mundo escreve. É algo que sempre se soube.
Creio também que sem esta dúvida primeira do gesto em direcção à escrita não existe solidão. Nunca ninguém escreveu a duas vozes. Foi possível cantar a duas vozes, ou fazer música também, e jogar ténis, mas escrever, não. Nunca”

. Marguerite Duras in Escrever .

6 comentários sobre “A Dúvida, a Solidão, logo… a Escrita

  1. Flor ♥ disse:

    Oi, Lyani!

    Escrever é preciso! Tenho visto alguns poetas fazerem “versos” em parceria… acho que não conseguiria: pratico a solidão na escrita, também!

    Um encantador 2009 prá ti, cheio de inspiração!

    PAZ, sempre!

    Flor ♥

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s