Memória Poética

Parece que existe no cérebro uma zona específica, que poderíamos chamar memória poética, que registra o que nos encantou, o que nos comoveu, o que dá beleza à nossa vida. Desde que Tomas conhecera Tereza, nenhuma outra mulher tinha o direito de deixar a marca, por efêmera que fosse, nessa zona de seu cérebro. Tereza ocupava como déspota sua memória poética e dela varrera todos os traços das outras mulheres. {…} O amor começa por uma metáfora. Ou melhor: o amor começa no momento em que uma mulher se inscreve com uma palavra em nossa memória poética.”

. Milan Kundera in A Insustentável Leveza do Ser .


12 comentários sobre “Memória Poética

  1. Já li esse livro, é incrivelmente lindo e maravilhosamente profundo. Esse livro marcou muito uma fase da minha vida. Adorei!

  2. Poucos escritores conseguiram converter seus conhecimentos da ciência de Freud em linguagem lúdica com tanta competência como Kundera. Particularmente, minha memória poética é bastante expansiva.
    BEIJOS e cumprimentos pelo espaço!

  3. Esse livro é bárbaro, Ly. Um dos mais fortes que li. Lembro das cenas do filme, fantásticas. Vale a pena assistir depois de ler..

    O amor é metáfora sempre. Como Kundera consegue dizer tão profundamente numa frase aparentemente simples? Quase que deixado, ali, na porta…

    “Amores risíveis”, tb do Kundera, diz que não os homens, mas a natureza deles, é a mesma.

    Caçadores em busca da disponibilidade para “algum dia”. Será?:)

    beijos

  4. Acho tudo isso muito bonito, mas será que existe mesmo?
    Não que eu seja defensora da frase ‘homem é tudo igual’. Pelo contrário, acho que esse tipo de generalização é muito injusta. Mas, sei lá, pensar que uma mulher pode tomar dessa forma a memória de um homem, mesmo que seja a poética, deve ser bem raro. Assim, BEM raro. Rsrs

    Beijo!

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.