Verbo no passado

Woodrow ainda observava Justin. O covarde nele queria afastar o olhar, mas para o filho do soldado seria como sentenciar um homem a ser executado e não aparecer no seu enforcamento. Viu os olhos de Justin abrirem-se num desapontamento magoado, como se golpeado pelas costas por um amigo e então se reduzindo a quase nada, como se o mesmo amigo o tivesse atingido e deixado inconsciente. Viu seus lábios finamente talhados se abrirem num espasmo de dor física e então se juntarem numa linha de exclusão empalecida pela pressão. {…}

─ Encontraram uma bota Mephisto. E uma espécie de túnica de safári. Azul.
─ Ela detestava azul. ─ agora aparentemente à beira de perder a calma. ─, ela absolutamente detestava qualquer coisa paramilitar. ─ O verbo no passado, Woodrow notou.

John Le Carrè in O Jardineiro Fiel

5 comentários sobre “Verbo no passado

  1. Lathife disse:

    oi? Cadê meu comentário? buáááá?

    Eu dizia que procurei-procurei mas não achei o selinho pra linkar teu blog. Aí, tomei a liberdade de pedir pra minha sócia (que é webdesginer) criar um do seu blog pro meu (entendeu? rs.). Tá lá: http://aquelaquevoa.blogspot.com/

    Se gostar, te passo o código.
    Se não, apago lá.

    Fiz isso pq gosto muito daqui.

    Bjs :*

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s