Desejo, e às vezes esperança

03 de novembro

Deus sabe quantas são as ocasiões em que me deito na cama com o desejo, e às vezes a esperança, de não tornar a acordar. E de manhã abro os olhos, revejo o sol e me sinto miserável!

J.W. Goethe in Os Sofrimentos do Jovem Werther

6 comentários sobre “Desejo, e às vezes esperança

  1. Ana disse:

    Cara Lyani,

    Há tanto tempo acompanho seu maravilhoso blog, sem nunca comentar, apenas apreciando cada palavra, poema, poesia, dica, fotos (lindas por sinal) no silêncio.

    Mas não resisto …não com este post lindoooo

    Adoro seu blog é um encanto.

    Beijãoooo

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s