Tristíssimo

Tudo isso, que é nada, subitamente parece tão absurdo e patético e insano e monótono e falso e sobretudo tristíssimo”

. Caio Fernando Abreu in Estranhos Estrangeiros .