Poemas Inconjuntos – II

Um dia de chuva é tão belo como um dia de sol.
Ambos existem; cada um como é”

. Alberto Caieiro in Poemas Completos de Alberto Caieiro .

4 comentários sobre “Poemas Inconjuntos – II

  1. Daniel disse:

    A verdade é que nem tudo é tão ruim e nem tudo é tão bom assim . Pessoa sabia disso e colocou numa singela frase toda a essa explicação. As coisas são como são.
    Bjos

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s