Pôr do Sol

… é metáfora poética, e se o sentimos assim é porque sua beleza triste mora em nosso próprio corpo. Somos seres crepusculares”

. Rubem Alves in Ostra Feliz Não Faz Pérola .