Não sei porquê

Amor um mal, que mata e não se vê

Que dias há que na alma me tem posto
Um não sei quê, que nasce não sei onde
Vem não sei como, e dói não sei porquê”.

. Luís de Camões in Sonetos para amar o amor .

5 comentários sobre “Não sei porquê

  1. Alice disse:

    Menina linda!

    Ai o amor…
    Infelizmente acho que nao existe amor sem dor!
    Mas e’ uma dorzinha que nos da vida e nos impulsiona a seguir em frente.

    Te beijo com carinho!

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s