O impossível…

Não é só aquele homem e sua mulher
mas aquele ar, e não dizer-se nada
para se entender sobre o impossível”.

. Pablo Neruda in Elegia .