25.07 [10] – Dia Nacional do Escritor

Roubado daqui:

Escrevo porque é isso que todos esperam de mim. Escrevo porque inultimente creio na imortalidade das bibliotecas e em como meus livros estão nas estantes. Escrevo porque a vida, o mundo, tudo, é incrivelmente charmoso e surpreendente. Escrevo porque me agrado em dar toda essa beleza às palavras e essa riqueza à vida. Escrevo não para contar uma história, mas sim para criar uma história. Escrevo para livrar-me da sensação de que há um lugar para onde devo ir, mas não consigo chegar, como em um sonho. Escrevo porque não consigo ser feliz. Escrevo para ser feliz”

. Orhan Pamuk .