Tempo para Ler

Tendo descoberto as delícias da leitura, Sua Majestade sentiu vontade de passá-la adiante.
_ Você lê, Summers? – perguntou ao motorista, a caminho de Northampton.
_ Ler, majestade?
_ Livros?
_ Quando tenho chance, majestade. Parece que nunca dá tempo.
_ É o que diz uma porção de gente. É preciso encontrar tempo. Agora de manhã, por exemplo. Você vai ficar sentado na porta da prefeitura me esperando. Podia ler.
_ Tenho de vigiar o carro, majestade. Estamos nas Midlands. O vandalismo é universal”.

. Alan Bennett in Uma Real Leitora .

Adorei esse trecho do livro, porque eu gosto muito de ler. E leio muito. Este ano já passei dos 80 livros e pretendo chegar a 100. É meu lazer favorito e aí as pessoas me perguntam: como você consegue ler tanto? Tenho certeza que alguns acham que eu não faço mais nada da vida, mas não é verdade. Eu trabalho, sou bibliotecária e pra melhorar trabalho em uma escola com crianças e adolescentes. Chego em casa morta de cansaço e ainda tem as coisas de casa pra fazer. Não tenho filhos (e  longe de mim querer comparar o trabalho e a responsabilidade de criar uma criança) mas tenho animais de estimação que também demandam atenção e acredito que ainda que tivesse filhos arranjaria tempo para ler. Porque só não lê quem não quer, quem não gosta, quem prefere outros tipos de lazer. É errado? Claro que não!! Cada um gosta de fazer uma coisa. Se todo mundo gostasse da mesma coisa ia ser um mundo muito chato. O que me incomoda de verdade, e as vezes, são as desculpas esfarrapadas. Como essa do motorista da Rainha. “Ah, eu não tenho tempo pra ler”. Não, a verdade é: eu não quero ler nesse tempo que tenho livre. Quero ver TV, ouvir rádio, ficar na internet, enfim… Tempo pra ler, todo mundo tem! E eu acharia muito mais legal a pessoa dizer a verdade: Ah, eu não quero ler… e pronto! Não é pecado.

*originalmente postado em novembro 17, 2010 às 11:42 am

5 comentários sobre “Tempo para Ler

  1. Léia disse:

    Identifiquei-me com este “desabafo”, não sei se posso chamá-lo assim.

    Eu sempre tive problemas por “ler tanto”, como as pessoas que me cercam me rotulam. Infelizmente, estou cercada de pessoas que detestam livros, mas eu as respeito mesmo assim, cada um faz de sua vida o que achar melhor para si.

    Semana passada tive um problema a respeito disso em meu ambiente de trabalho. Uma colega, que não trabalha no mesmo setor que eu, pediu para conversar comigo, e ela foi direta ao dizer que eu passava por uma “fuga da realidade”, pois não é normal uma pessoa ler em média de 05 a 06 livros por mês, o máximo que se pode ler por mês, na concepção dela, é de apenas 01 livro.

    Não fiquei com raiva, sério, apenas perplexa! Como ela pode avaliar a minha vida sem fazer parte da minha rotina?

    Assim, como você, também trabalho, tenho um lindo cachorro que precisa de muita atenção e carinho, uma mãe e uma irmã maravilhosas, tenho amigos de longa data e, sempre que dá saímos para passeios diversos. Além disso, adoro cinema, praia, barzinho, enfim, não fujo nem um pouco da minha vida, apenas faço escolhas e uso o meu tempo livre para o que eu achar melhor. Não é porque sou solteira que serei obrigada a sair de segunda a segunda para “arrumar marido”, como a própria me sugeriu rs.

    Vai entender, né?!

    Beijos.

    • ♥ Lyani disse:

      Léia, que absurda a situação que contou!

      É realmente de ficar perplexo!

      Que falta de cultura nesse nosso país onde ler muitos livros é visto como “fuga da realidade”, ou como “maluquice”…

      Quer dizer então que vegetar em frente a TV ou na Net é normal e saudável??

      Ou varar noites em “baladas” se embriagando, falando coisas sem sentido com pessoas que sequer estão prestando atenção, também?

      Dentre muitos outros exemplos…

      Me indigno!

      Ly

  2. Castelo. disse:

    Oh, que lindo quando eu escuto isso: “E leio muito. Este ano já passei dos 80 livros e pretendo chegar a 100. É meu lazer favorito e aí as pessoas me perguntam: como você consegue ler tanto? Tenho certeza que alguns acham que eu não faço mais nada da vida, mas não é verdade. Eu trabalho, sou bibliotecária e pra melhorar trabalho em uma escola com crianças e adolescentes.” Me sinto bem quando ouço alguém que também lê, e lê muito!

  3. Franciele disse:

    Você tem razão Liana… Já ouvi muita gente dizer o mesmo! Ou ficar reclamando nos lugares que tem que esperar, quando reclamar pouco adianta… Deviam ler um livro. E quando não, não colocarem a culpa em outras coisas como formas de justificativas!

    beijos

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s