DL 2011: Do Amor e Outros Demônios

TEMA: Nobel de Literatura
MÊS: Outubro


Livro:
Do Amor e Outros Demônios
Autor(a): Gabriel Garcia Márquez
Editora: Record
Páginas: 221

Nota: 4
(sendo: 1- Não gostei 2- Gostei pouco; 3- Gostei; 4- Gostei bastante; 5Adorei)

 

Já li alguns livros de G. G. Marquez e por isso posso dizer com certeza que admiro muito sua narrativa. A história que ele conta poderia até não ser tão interessante ou fugir daquilo em que acreditamos, mas a maneira com que descreve os fatos é tão apaixonante que tudo se transforma como mágica. Afinal, não é a toa que ganhou o prêmio Nobel de Literatura. A leitura de seus livros é sempre prazerosa e com este não poderia ser diferente.

Para criar a história, Márquez se inspirou em uma reportagem que ficou encarregado de cobrir em Bogotá sobre a remoção das criptas funerárias do convento de Santa Clara. Um dos caixões abertos abrigava uma ossada com longos cabelos que chegavam a 22 metros de comprimento, e o autor relaciona este fato a uma lenda que sua avó contava sobre uma marquesa de 12 anos que possuía uma cabeleira “que se arrastava como a cauda de um vestido de noiva” e que morre pela mordida raivosa de um cachorro.

Marquez demorou anos até escrever a história baseada na marquesinha de imensa cabeleira e o fez já um escritor de sucesso. A menina Sierva Maria de Todos los Ángeles, filha do Marquês de Casalduero é rejeitada pelos pais desde pequena e acaba se criando entre os escravos da fazenda. Certo dia é mordida por um cachorro com raiva e começa a ter certas reações estranhas que são interpretadas a princípio como causa da mordida e depois como se ela estivesse possuída pelo demônio. Muito embora na narrativa a todo momento essas reações de Sierva se mesclam com os costumes aprendidos com os escravos.

A partir de então, com medo de perdê-la, seu pai começa a dar-lhe maior valor e recorre a curandeiros, feiticeiros, bruxas e tudo para salvá-la do mal ao qual ele acreditava que ela estivesse fadada. Até que o causo chega aos ouvidos do Santo Ofício e o Marquês é pressionado a deixar a filha em um convento, para ser ajudada pelos obreiros de Deus. E é então que Sierva conhece Padre Cayetano Delaura, encarregado de ajudá-la e que com o correr dos dias se apaixona por ela. Paixão esta correspondida por Sierva, ainda que 24 anos mais nova que ele.

É muito interessante como na narrativa de Marquez, o fato de Sierva ter 12 anos e Cayetano 36, não parecer relevante diante do encantamento e sutileza com que descreve os momentos em que os dois estão juntos. Incrível também o fato de eu ter, em certos momentos da narrativa, torcido para que ficassem juntos e que Cayetano fosse, enfim, a salvação de Sierva. Ainda que seja absurdamente contra este tipo de relacionamento na vida real. Como já disse em inúmeras outras resenhas, admiro demais autores que são capazes de transportar o leitor para a história e Marquez é mestre neste quesito.

Narrativa impecável, história interessante e personagens ricos e bem desenvolvidos. Leitura super recomendada!

Leia também no Skoob.

2 comentários sobre “DL 2011: Do Amor e Outros Demônios

  1. Katia Mota disse:

    Lyani, esse é um dos meus livros favoritos. Gabo é meu autor favorito sem dúvida alguma. Sua forma de escrita com certa tendencia ao fantástico simplismente me encanta, sem contar com a leveza e poesia tipica da literatura latente que é a latina.

    Adorei.

    bjs

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s