Feliz Ano Novo!

Repito sete vezes pra dar sorte: que seja doce, que seja doce, que seja doce e assim por diante”.

. Caio Fernando Abreu in Os Dragões não Conhecem o Paraíso .

DL 2011: Quarto

TEMA: Lançamentos do Ano
MÊS: Dezembro


Livro:
Quarto
Autor(a): Emma Donoghue
Editora: Verus
Páginas: 349

Nota: 5
(sendo: 1- Não gostei 2- Gostei pouco; 3- Gostei; 4- Gostei bastante; 5Adorei)

~

Eu já esperava por uma história de sofrimento e angústia quando comecei a ler “Quarto”, afinal tinha visto as críticas de seu lançamento na revista Veja. E também já sabia que a história era narrada por uma criança de 5 anos nascida num quarto pequeno e fechado e que só tinha aquilo como visão de mundo. E só por esses motivos eu já sabia que o livro me interessava. O que eu não esperava, era encontrar uma narrativa tão bem estruturada na linguagem infantil de Jack e que isso fosse me cativar tanto a ponto de entrar em desespero em certas cenas, querendo ajudá-lo ou salvá-lo dos problemas advindos de uma vida restrita a quatro paredes.

Não conhecia o trabalho de Emma Donoghue até então e achei que ela foi muito bem sucedida em contar a história pelos olhos de Jack. Já havia visto esse mesmo sucesso em “O menino do Pijama Listrado” de John Boyne. É incrível como ver a situação terrível pela qual ambos os garotos passaram pelos olhos infantis e inocentes nos causa mais angústia do que se a história fosse contada através de um olhar adulto e com mais compreensão.

Continuar lendo “DL 2011: Quarto”

A dor sabe seguir…

─ Olho pra essa cozinha e vejo o rosto dela, não dá pra aguentar.
─ Dá, sim. As coisas vão melhorar.
─ Talvez eu devesse me mudar daqui, sei lá.
─ Faça o que acha que precisa fazer, mas a dor sabe seguir a gente direitinho.

Christopher Moore in Um Trabalho Sujo

RESULTADO do SORTEIO do Livro “João&Maria”

Segue o link com a vencedora do Sorteio: http://sorteie.me/fb/6Fn

PARABÉNS!!!

 

SORTEIO do Livro “João&Maria”

O “Entre Aspas” está realizando o sorteio do Livro João & Maria de Ana Paula Bergamasco e Marcos Bulzara autografado e com vários brindes: marcadores de página+adesivos+cartões postais.

Sobre o Livro:

O que você escolheria: O Amor ou a Razão? Maria é bonita, estudiosa, avessa à badalação e tradicional. João é lindo, extrovertido, arrogante e vocalista de uma banda de rock. …Ela jamais se aventurou numa paixão. Ele já singrou pelos mares de um amor fulminante. Eles não têm nada em comum. Mas foram feitos um para o outro.

Regulamento:

Para participar da promoção, basta seguir estes passos:

    1. Ser residente no Brasil;
    2. Ser fã da página “Entre Aspas” no Facebook, pois o sorteio será feito através de um aplicativo na própria página. Para participar ativamente, tem que clicar no presentinho “Giveaways” (do lado esquerdo da página) e depois em “Quero Participar“;
    3. Seguir o twitter @Lyani_ e twittar a divulgação da promoção: Quero ganhar o livro “João&Maria” que vi no @Lyani_ e “Entre Aspas” http://migre.me/77YTn! #EntreAspas #Lyani_
    4. Divulgar a promoção em redes sociais e blogs;
    5. Preencher o formulário abaixo:

O Sorteio será realizado no dia 23/12/2011 na página do “Entre Aspas” no Facebook.

Assim que sair o resultado, o nome do vencedor será publicado aqui no Blog e entrarei em contato para o envio do livro que é por conta do “Entre Aspas”.

Qualquer dúvida, deixem comentário que entro em contato!

BOA SORTE!!!!

10.12 – 91º Aniversário de Clarice

Um nome para o que sou, importa muito pouco. Importa o que eu gostaria de ser. O que eu gostaria de ser era uma lutadora. Quero dizer, uma pessoa que luta pelo bem dos outros. Isso desde pequena eu quis.Porque foi o destino me levando a escrever o que já escrevi, em vez de também desenvolver em mim a qualidade de lutadora que eu tinha? Em pequena, minha família por brincadeira chamava-me de “a protetora dos animais”. Porque bastava acusarem uma pessoa para eu imediatamente defendê-la. E eu sentia o drama social com tanta intensidade que vivia de coração perplexo diante das grandes injustiças a que são submetidas as chamadas classes menos privilegiadas. Em Recife eu ia visitar aos domingos  a casa de nossa empregada em mocambos. E o que eu via me fazia prometer que não deixaria aquilo continuar. Eu queria agir. Em Recife onde morei até os 12 anos de idade, havia muitas vezes nas ruas  um aglomerado de pessoas diante das quais alguém discursava  ardorosamente sobre a tragédia social. E lembro-me de como eu vibrava e de como eu me prometia que  um dia  esta seria minha tarefa: a de defender os direitos dos outros. No entanto, o que terminei sendo, e tão cedo? Terminei sendo uma pessoa que procura profundamente o que sente e usa a palavra que o exprima. É pouco, é muito pouco.

Clarice Lispector in Aprendendo a Viver

08.12 – 116º Aniversário de Florbela Espanca

A vida é sempre a mesma para todos: rede de ilusões e desenganos. O quadro é único, a moldura é que é diferente”.

. Florbela Espanca .