Resenha: Um Trabalho Sujo


Livro:
Um Trabalho Sujo
Autor(a): Christopher Moore
Editora:
Bertrand
Páginas: 448

Nota: 3
(sendo: 1- Não gostei 2- Gostei pouco; 3- Gostei; 4- Gostei bastante; 5Adorei)


E esse é mais um da lista de livros que compro pela capa e pelo título. Achei o trabalho editorial desse livro fantástico, mas infelizmente não posso dizer que gostei tanto assim do conteúdo. Não que eu não tenha achado a história de Charlie Asher, um macho beta que se vê numa situação inusitada, engraçada e bacana o suficiente. Pelo contrário, eu até me apaixonei pelo personagem fofo que Charlie é, apesar de suas trapalhadas e momentos deprês. O fato é que não simpatizei muito com a linguagem do autor.

A história, tenho que admitir, é muito criativa e bastante envolvente, e gira em torno de Charlie, um macho-beta normal, atrapalhado e engraçado que ama sua esposa e sua filhinha que acabou de nascer. O problema é que Rachel, sua esposa, morre minutos depois de dar luz a Sophie e Charlie tem certeza que viu um homem extremamente alto e de terno verde-menta no quarto dela logo após sua morte.

Continuar lendo