Resenha: Um Trabalho Sujo


Livro:
Um Trabalho Sujo
Autor(a): Christopher Moore
Editora:
Bertrand
Páginas: 448

Nota: 3
(sendo: 1- Não gostei 2- Gostei pouco; 3- Gostei; 4- Gostei bastante; 5Adorei)


E esse é mais um da lista de livros que compro pela capa e pelo título. Achei o trabalho editorial desse livro fantástico, mas infelizmente não posso dizer que gostei tanto assim do conteúdo. Não que eu não tenha achado a história de Charlie Asher, um macho beta que se vê numa situação inusitada, engraçada e bacana o suficiente. Pelo contrário, eu até me apaixonei pelo personagem fofo que Charlie é, apesar de suas trapalhadas e momentos deprês. O fato é que não simpatizei muito com a linguagem do autor.

A história, tenho que admitir, é muito criativa e bastante envolvente, e gira em torno de Charlie, um macho-beta normal, atrapalhado e engraçado que ama sua esposa e sua filhinha que acabou de nascer. O problema é que Rachel, sua esposa, morre minutos depois de dar luz a Sophie e Charlie tem certeza que viu um homem extremamente alto e de terno verde-menta no quarto dela logo após sua morte.


Algum tempo depois, objetos começam aparecer com um brilho vermelho no brechó do qual Charlie é dono, e pessoas começam a morrer ao seu redor. No início ele não dá muita atenção a este fato, mas quando isso começa a se tornar frequente, ele desconfia que algo pode estar mesmo errado. Como já é de se imaginar, o trabalho sujo do título, se refere justamente ao trabalho da Morte e Charlie, apesar de ter imaginado isso por muito tempo, não é a própria, mas apenas um ajudante que precisa recolher os objetos com a alma da pessoa que acabou de partir, antes que as forças das Trevas o façam.

A história é criativa e muito engraçada, sem contar os personagens super bem trabalhados e que acabam por cativar o leitor, mas realmente não gostei do palavriado e linguagem utilizada pelo autor ao narrar a trama. Fiquei imaginando, muito embora eu seja super contra esses sexismos, que é o tipo de livro que homens devem curtir.

Sem contar que, apesar de eu gostar bastante do sarcarmo, a história estava indo super bem até os bichinhos esquisitos começaram a aparecer e o tom da trama ficar um pouco exagerado demais ao meu ver. E é claro que eu não sou daquele tipo que sempre espera pelo “happy ending”, afinal gosto até mais dos finais tristes, mas o desse livro, realmente, não me agradou.

Mas vale a pena pelos personagens e por algumas passagens realmente engraçadas!

Leia também no Skoob

Um comentário sobre “Resenha: Um Trabalho Sujo

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s