Os Livros

E mais uma coisa: havia um livro aberto sobre a mesa. Nesse café ninguém jamais abrira um livro sobre a mesa. Para Tereza, o livro era o sinal de reconhecimento de uma fraternidade secreta. Contra o mundo de grosseria que a cercava, não tinha efetivamente senão uma arma: os livros que pedia emprestados na biblioteca municipal; sobretudo os romances: lia-os em quantidade, de Fielding a Thomas Mann. Eles não só lhe ofereciam a possibilidade de uma evasão imaginária, arrancando-a de uma vida que não lhe trazia nenhuma satisfação, mas tinham também para ela um significado como objetos: gostava de passear na rua com um livro debaixo do braço. Eram para ela aquilo que uma elegante bengala era para um dândi do século passado. Eles a distinguiam dos outros”.

. Milan Kundera in A Insustentável Leveza do Ser .

Para dentro de um livro…

… E agora meu peito também doía. Fui para outro lugar em minha cabeça, para dentro de um livro. Era para onde eu ia sempre que a vida real ficava muito difícil ou muito inflexível”.

. Neil Gaiman in O Oceano no Fim do Caminho .

Harry Potter

Os livros todos não podem competir com séculos de história já estabelecidos, principalmente quando essa história é endossada pelo livro mais vendido de todos os tempos. Faukman arregalou os olhos:

Não me diga que Harry Potter também fala do Santo Graal!

Eu estava me referindo à Biblia. Faukman ficou encabulado.

Eu sabia”.

. Dan Brown in O Código Da Vinci .

Conselho

Não torne as coisas piores, pensando que dói mais do que você realmente está sentindo”.

. John Boyne in O menino do Pijama Listrado .

Qualidade Redentora

– A Erna não consegue esquecer a sua tristeza – falou mamãe. – Ela só conhece isso. – Ela acrescentou que não deve, nunca, odiar alguém, nem mesmo os teus piores inimigos. – Todo mundo tem algo de bom em si. Você tem que descobrir a qualidade redentora e amar a pessoa por isso.

– Ah, é? E o Hitler? Qual a qualidade redentora de Hitler? – perguntei.

– O Hitler adorava cachorros – disse mamãe, sem a menor hesitação”.

. Jeannet Walls in O Castelo de Vidro .

Estado de Paz

Eu sempre quis atingir um estado de paz e de não-luta. Eu pensava que era o estado ideal. Mas acontece que – que sou eu sem a minha luta? Não, não sei ter paz“.

Clarice Lispector in Um Sopro de Vida .