A Tristeza Permitida

Se eu disser pra você que hoje acordei triste, que foi difícil sair da cama, mesmo sabendo que o sol estava se exibindo lá fora e o céu convidava para a farra de viver, mesmo sabendo que havia muitas providências a tomar, acordei triste e tive preguiça de cumprir os rituais que faço sem nem prestar atenção no que estou sentindo, como tomar banho, colocar uma roupa, ir pro computador, sair pra compras e reuniões – se eu disser que foi assim, o que você me diz? Se eu lhe disser que hoje não foi um dia como os outros, que não encontrei energia nem pra sentir culpa pela minha letargia, que hoje levantei devagar e tarde e que não tive vontade de nada, você vai reagir como?

Continuar lendo

Até que depois…

Apagar-me
diluir-me
desmanchar-me
até que depois
de mim
de nós
de tudo
não reste mais
que o charme”.

. Paulo Leminski.

Complicado

 Complicado o negócio de ser feliz. Desisti, portanto, de minha felicidade para deixar os outros felizes. Abri mão das coisas. […] Eu não pensava em minha felicidade. Nem que a tinha escondido para nunca mais rever. Já não me lembrava onde estava: atrás de que livro? Que autor? Qual estante?”

. Fabricio Carpinejar in Uma Fábula Infantil para Adultos .

Entre as Mais Bonitas do Mundo!

Real Gabinete Português de Leitura entra na lista das bibliotecas mais bonitas do mundo

O Real Gabinete Português de Leitura, que reúne o maior acervo de obras lusitanas fora de Portugal, entrou na lista das 20 bibliotecas mais bonitas do mundo. A seleção, feita pela revista “Time”, inclui edifícios históricos como a antiga biblioteca da Trinity College, em Dublin; a biblioteca de Alexandria, no Egito; e a famosa biblioteca pública de Nova York.

O Gabinete Real, que fica no Centro do Rio, aparece na quarta posição, atrás da George Peabody Library, que fica na universidade Johns Hopkins; da Biblioteca Real de Copenhague; e Clementinum, em Praga. A lista cita a construção no estilo neo manuelino, com uma sala de leitura que lembra uma catedral e as paredes cobertas de livros, além das esculturas de exploradores portugueses na fachada do prédio, como as de Vasco da Gama e Pedro Álvares Cabral.

Livros raros da Europa e do Brasil Colônia são os destaques da coleção do Gabinete Real Português de Leitura, cujo prédio foi construído em 1887. Entre as 350 mil obras disponíveis, está inclusive um exemplar da primeira edição de “Os Lusíadas” (1572), de Luis de Camões, que pertenceu à Companhia de Jesus.

Fundado para promover a instrução e melhorar o nível de conhecimento dos portugueses que chegavam ao Brasil, o Gabinete de Leitura vive do pagamento mensal de seus sócios. A biblioteca funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, na Rua Luís de Camões 30, no Centro.

Fonte: O Globo