Se ao menos…

Se ao menos pudesse voltar a ser tão distraída, a sentir tanto amor sem saber”. 

. Markus Zusak in A Menina que Roubava Livros .