Feliz Natal!

Só uma coisa era fundamental (e dificílima): acreditar”.

. Caio Fernando Abreu in Pequenas Epifânias .