Bibliotecas

Estava numa tipografia no Inferno e vi o método pelo qual o conhecimento é transmitido de geração em geração.
Na primeira câmara estava um Homem-Dragão, a limpar os desperdícios da boca da caverna; lá dentro, vários dragõe
s escavavam a caverna.
Na segunda câmara estava uma Víbora enroscada em redor do rochedo e da caverna, e outros adornavam-na de ouro, prata e pedras preciosas.
Na terceira câmara estava uma Águia com asas e penas de ar, que tornava o interior da caverna infinito, à sua volta vários homens Aquilinos construíam palácios nas falésias imensas.
Na quarta câmara estavam Leões de fogo ardente, rugindo
e derretendo os metais em fluidos vivos.
Na quinta câmara estavam formas Sem Nome, que moldavam os metais na imensidão.
Aí eram recebidas por Homens que ocupavam a sexta câmara, e tomavam a forma de livros e eram arrumados em bibliotecas.

William Blake in O Casamento do Céu e do Inferno

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s