Sempre

Existe sempre uma coisa ausente que me atormenta”.

. Camille Claudel .