Quando tudo foi esquecido

Seja qual for a nossa insistência em fazer o passado falar, nunca poderemos encontrar em nossas bibliotecas, nossos museus ou nossas cinematecas senão as obras que o tempo não fez, ou não pôde fazer, desaparecer. Mais que nunca, compreendemos que a cultura é muito precisamente o que resta quando tudo foi esquecido”.

. Jean-Philippe de Tonnac in Não Contem com o Fim do Livro .