Resenha: Marina


Livro:
 Marina
Autor(a): Carlos Ruiz Zafón
Editora:
 Suma de Letras
Páginas: 189

Nota: 5
(sendo: 1- Não gostei 2- Gostei pouco; 3- Gostei; 4- Gostei bastante; 5Adorei)

~

Marina é o terceiro romance que leio de Zafón, embora tenha sido escrito antes de “A Sombra do Vento”, meu favorito e “O Jogo do Anjo”. Acredito que a essa altura eu já possa falar do autor com um pouco mais de profundidade e não há como não ser só elogios. A narrativa é simplesmente arrebatadora e te consome logo nas primeiras linhas. As histórias contadas por ele, são daquelas que, mesmo quando não se está com os livros na mão, ficam assaltando os pensamentos.

O que me impressiona é a incrível habilidade nas descrições das ruas, casarões, cemitérios e cenários infindos e maravilhosos nos quais parecemos mergulhar e fazer parte durante a leitura. Além da vontade imensa de conhecer pessoalmente. Eu jamais conseguirei ir a Barcelona (se algum dia, for mesmo) sem querer procurar o cemitério de Sarriá, ou o Cemitério dos Livros de “A Sombra do Vento”. Zafón tem esse dom de instigar a curiosidade e o prazer pelo conhecimento.

Além disso, suas histórias sempre tem um mistério sombrio e arrebatador que torna difícil ficar parando a leitura, já que é impossível não desejar conhecer o desenrolar dos fatos. Neste livro, Zafón nos presenteia com a história de Oscai Drai, um adolescente que vive num internato e quem em suas horas vagas acaba conhecendo a doce e misteriosa Marina. Depois de algum tempo de amizade, Marina decide levá-lo até o cemitério de Sarriá onde uma misteriosa dama toda de preto visita um túmulo sem nome.

Juntos, os dois passam então a tentar desvendar o mistério que ronda a tal dama, passando por estufas abandonadas e cantos remotos de Barcelona até os bastidores de um antigo Teatro explendoroso. Ao longo da jornada passam pelas mais diversas dificuldades entremeando aventura e os dias de convivência pacífica com Marina e seu pai, Germán, por quem oscar tem admiração.

Com personagens muito bem elaborados e sua narrativa poderosa, Zafón mais uma vez nos traga para dentro de sua sombria história, cheia de muito mistério, romance e drama.

Leitura recomendada!

4 comentários sobre “Resenha: Marina

  1. dulcineia disse:

    Barcelona é uma cidade maravilhosa! Estive lá há alguns anos, depois de ler “A Sombra do Vento” e fiquei fascinada! Também procurei o Cemitério dos Livros (e encontrei), assim como outros lugares de que o livro fala. Já li os 3 livros da trilogia e tenho o “Marina” para ler. Fiquei com mais vontade depois da sua descrição do livro. Obrigada.

    • Lyani disse:

      Que delícia. Tenho muita vontade de ir visitar, principalmente o Cemitério dos Livros! Obrigada por compartilhar sua experiência e leia Marina sim. Esse autor é fantástico e sabe como contar uma boa história 🙂

  2. Ana Paula disse:

    Obrigada por comentar suas leituras conosco!
    Eu li “O último trem de Hiroshima” indicado por você e simplesmente fiquei apaixonada pelo livro, surpresa e por vezes chocada…
    É surpreendente como as histórias se entrelaçam e como tudo termina.
    Só posso te agradecer por nos enriquecer com as indicações de livros fascinantes!

    • Lyani disse:

      Ana, muito obrigada pelo comentário e visita! Fico muito feliz quando recebo esses retornos de que gostaram da leitura!
      O ultimo trem de Hiroshima é fantástico!
      Um beijo e volte sempre 🙂

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s