Resenha: A Farsa de Inês Pereira


Livro:
 A Farsa de Inês Pereira
Autor(a): Gil Vicente
Editora:
 Global
Páginas: 80

Nota: 3
(sendo: 1- Não gostei 2- Gostei pouco; 3- Gostei; 4- Gostei bastante; 5Adorei)

~

Desafio Literário!
A Farsa de Inês Pereira, ao contrário de outras obras de Gil Vicente, conta com personagens que correspondem bastante à realidade, sem imagens simbólicas e alegóricas. Os diálogos são naturais e espontâneos, e a obra retrata situações comuns da vida doméstica com um certo exagero, o que a caracteriza como uma comédia.

Não foi, das peças teatrais que li, a que mais me agradou, muito embora tenha achado certas cenas engraçadas e alguns dialogos muito bem elaborados. O que tornou a leitura um pouco desagradável, é que por ter sido escrita em meados de 1500, o português é bastante rebuscado e o texto possui diversas partes em espanhol (sou totalmente avessa a essa lingua).

A história, resumidamente, gira em torno da escolha de Inês Pereira para marido. Inês é uma moça simples e casadoura, mas que possui grande ambição e procura um marido astuto e sedutor. Sua mãe, preocupada com a filha, incita-a a casar-se com Pero Marques, um pretendente arranjado, filho de lavrador. Inês o rejeita por ser ignorante e inculto. Logo, ela conhece Escudeiro, com quem se casa acreditando que enfim encontrara o que desejara.
Continuar lendo