Resenha: Souvenir


Livro:
 Souvenir
Autor(a): Therese Fowler
Editora: Suma das Letras
Páginas: 384

Nota: 3
(sendo: 1- Não gostei 2- Gostei pouco; 3- Gostei; 4- Gostei bastante; 5Adorei)

 

~

Por ser um romance de estréia de Therese Fowler e num momento onde, me parece, qualquer um pode começar a escrever, o que nos traz muitos romances mornos e com narrativa pouco desenvolvida, achei o trabalho da autora muito bom! A história é bonita e bem elaborada, os personagens apesar de não tão cativantes, foram bem desenvolvidos e as passagens narradas com profundidade e não superficialidade que é o que tão comumente se encontra hoje em dia.

A história foca o casal Meg Powell e Carson Mckay que eram namorados quando jovens e acabaram separados por uma dívida que o pai de Meg tinha e que só pode ser paga pela oferta nada agradável de Brian em troca dela aceitar seu pedido de casamento. Para tentar salvar a família da falência, Meg se abnega do amor de Carson e casa-se com Brian, mudando o rumo de sua vida totalmente.

Anos se passam até que Meg e Carson se encontrem de novo e percebam que nenhum dos dois foi capaz de apagar o passado, apesar de toda as reviravoltas de suas vidas. Carson se tornou um famoso cantor de Rock que não consegue se apegar a ninguém e Meg descobre que tem uma doença rara e fatal. E mais escolhas permeiam o futuro de ambos.

Therese Fowler fugiu do “lugar-comum” dos romances extremamente melosos ou impossíveis. Traz em Souvenir um drama familiar comum e que nos remete a realidade da importância da família, do poder da fé e do amor. Gostei muito de sua narrativa envolvente e profunda e das descrições tão reais das sensações e reações do ser humano diante de um fim inevitável.

Além disso, aborda temas muito relevantes, como é o caso da filha de Meg que acaba se envolvendo com um rapaz pela internet que a induz ao uso de drogas e sexo desenfreado. A descoberta da doença de Meg e a forma como ela lida com a situação, tentando causar menor dor possível a seus entes queridos também é muito emocionante, apesar de eu não concordar com a escolha final da personagem.

Por fim, um drama muito bem escrito e que vale a pena ser conhecido. Recomendo!

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s