Direito

Eu gostaria muito de ter o direito, eu também, de ser simples e muito fraca, de ser mulher… Em que ‘mundo deserto’ eu caminho, tão árido, só tendo o oásis de minha autoestima intermitente… Falo do amor de forma mística, sei o preço. Sou inteligente, muito exigente e muito engenhosa para alguém ser capaz de se encarregar completamente de mim. Ninguém me conhece nem me ama completamente. Só tenho a mim”.

. Simone de Beauvoir .