Resenha: Tamanho 42 não é Gorda

Livro: Tamanho 42 não é Gorda
Autor(a): Meg Cabot
Editora:
 Record
Páginas: 411

Nota: 4
(sendo: 1- Não gostei 2- Gostei pouco; 3- Gostei; 4- Gostei bastante; 5Adorei)

Curti!
Leitura super prazerosa. Confesso que peguei para ler pelo título e me surpreendi com a história. Achei que era um chick-lit tradicional, mas é também um livro de mistério.

Uma cantora pop que chegou ao fundo do poço pois a gravadora não se interessa por suas música, foi traída pelo namorado, o pai está atrás das grades e a mãe fugiu para a Argentina com toda suas esconomias, consegue um emprego de assistente de diretoria de um alojamento (ops, conjunto residencial estudantil) da faculdade de Nova York e pensa que enfim sua vida está começando a melhorar. Logo, Heather Wells descobre que não é bem por aí.

Achei a história super divertida e criativa, além de prender a atenção pelo mistério. O romance da história não é daqueles ultra-melosos (graças a Deus!) e os personagens são muito cativantes. Uma história interessante e com ótima narrativa! Foi o primeiro livro da Cabot que li e agora já estou ansiosa pelo “Tamanho 44 também não é gorda”! rs