Resenha: O Jardim dos Esquecidos

Livro: O Jardim dos Esquecidos
Autor(a): V.C. Andrews
Editora:
 Francisco Alves
Páginas: 285

Nota: 5
(1- Não gostei 2- Gostei pouco; 3- Gostei; 4- Gostei bastante; 5Adorei)

Flores no Sótão
Eu me lembro como se fosse ontem quando peguei esse livro na estante da biblioteca do Instituto de Estudos de Línguas da Unicamp. Lembro que fiquei em dúvida se o levava ou não, pois pelo que havia lido na orelha, ele era parte de uma saga e a biblioteca só tinha o primeiro e o terceiro dos 5 que compunham a saga toda. Porém o nome me chamou tanta atenção que tive que levar. E não me arrependi, embora a história seja muito chocante e triste. A verdade é que o livro dá agonia.

Os Dollangangers são uma família linda e feliz. Levavam vidas perfeitas em sua bela casa, com uma linda mãe e um pai extreamemnte amoroso e dedicado. Porém, um acidente de carro, tira a vida do pai e a mãe que não tem qualificações para arranjar um trabalho, acaba endividada para sustentar as quatro crianças. Sem outra saída em vista, ela decide escrever para seus pais ricos que há muito não lhe falavam por conta de um segredo da família.

Um segredo tão terrível que acaba por causar danos até mesmo as pobres crianças que são encerradas num sótão da mansão da família por sua mãe ambiciosa e avó tirânica. Não há como não sentir o medo, a angústia, a solidão, as necessidades mais básicas dessas quatro crianças louras e lindas que se vêem presas a um sótão abafado e assustador. De verdade, é o tipo de livro que nunca mais sai da cabeça. Uma narração impecável que faz com que você se sinta na pele das pobres crianças. É um conto de fadas perverso e arrepiante.

Leitura recomendada!

#LibraryShelfieDay

#LibraryShelfieDay 📚 📖 💞

Com o objetivo de incentivar as pessoas a compartilharem seu amor por livros e bibliotecas, a Biblioteca Pública de Nova York criou, há alguns anos, o Library Shelfie Day. A ideia é simples: as pessoas devem tirar uma foto de uma estante de livros (sua ou da sua biblioteca local) e compartilhá-la com a hashtag #LibraryShelfieDay.