Chances de Vibrar

“Acho que nunca lhe veio à mente que um texto é antes de tudo escrito para ser lido e provocar emoções no leitor. Imaginem que ela nunca fez a pergunta: ‘Gostaram desse texto/desse livro?’. No entanto, é a única pergunta que poderia dar sentido ao estudo dos pontos de vista narrativos ou da construção do relato… Sem falar do fato de que a mente dos alunos da minha idade (12) é, ao meu ver, mais aberta à literatura que a dos mais velhos ou mais novos. Explico-me: na nossa idade, por pouco que nos falem de alguma coisa com paixão e puxando as cordas certas (a do amor, da revolta, do apetite pelo novo etc.), temos todas as chances de vibrar”.

. Muriel Barbery in A Elegância do Ouriço .

Sou bibliotecária Escolar e é exatamente dessa forma que acontece. Estou nesse momento trabalhando com alunos do 6º Ano, o incentivo a leitura com a rede social Skoob, e é emocionante ver como se empolgam. Uma pena, sinceramente que poucos profissionais da área da Educação tenham ainda forças, disposição e motivação para passar isso para seus alunos, culpa de todo um sistema que nunca levou a Educação como prioridade.

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s