Resenha: O Eterno Marido

Livro: O Eterno Marido
Autor: Fiódor Dostoiévski
Editora: @novafronteira
Páginas: 176
Nota: 4/5

Nunca achei que leria tão rápido um Dostoiéviski. O Eterno Marido, como bem descrito no prefácio de Ruth Guimarães nessa edição da Nova Fronteira, é um romance a parte dos demais do autor. Não é um livro que tratará de grandes problemas filosóficos e existenciais, como é característica de suas obras, mas uma história mais leve, embora mordaz, trágica e cômica. Eu indicaria esta obra à todos aqueles que estão iniciando na leitura desse grande autor!

Alexei Ivanovich, ou Veltchaninov como é nos apresentado logo no início, é um homem de quase 40 anos, dado à melancolia e que está em um momento mais recluso de sua vida e refletindo sobre diversos aspectos dela quando começa a se sentir perseguido por um desconhecido de chapéu com uma faixa preta de luto. Ao longo dos capítulos e depois de várias digressões, descobrimos que seu perseguidor é na verdade um conhecido do protagonista, Pavel Pavlovitch e que ambos não se veem há 9 anos. Pavel está de luto pela morte da esposa a quem venerava e que lhe deixou uma caixinha com todas as cartas de amor que trocava com seus amantes.

Alexei, que também fora amante da esposa, fica desconcertado e não entende porquê o homem lhe procura já que nunca havia trocado correspondências com a amante. Ela sim, havia lhe enviado uma carta certa vez, mas que ficara sem resposta. Além disso, Alexei descobre que Pavel está hospedado em um hotel com a suposta filha que desconfia seja dele e a partir de então vamos acompanhar todo o drama dessa situação através de encontros e diálogos extremamente bem construídos entre os personagens fantásticos criados por Dosto.

Ao longo da história que se mostra impossível de largar, já que você quer descobrir todos os pormenores dessa história trágica e cômica ao mesmo tempo, confesso que fiquei confusa algumas vezes, mas no fim, tudo é esclarecido e não há como não admirar a incrível capacidade narrativa deste autor. O livro é curto, de leitura rápida e leve e traz muitos elementos básicos da literatura dostoievskiana.

Vale a pena conhecer!!
#blogentreaspas#literaturarussa#clássicosdaliteratura


Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.