Resenha: Seminário dos Ratos

Livro: Seminário dos Ratos
Autora: Lygia Fagundes Telles
Editora: @companhiadasletras
Páginas: 184
Nota: 5/5

Com vergonha e certa dor assumo que este é meu primeiro livro da Lygia, pois me apaixonei por sua narrativa e não acredito que ainda não tinha lido nada dela! De qualquer forma, fiquei muito feliz de ter começado por esse livro de contos que já se inicia com um conto fantástico que me lembrou um pouco de Poe, autor que recentemente li uma coletânea de contos com o @grupodeleituraentrenos ☺️

Lygia é sensacional e você sempre fica um tempo depois de terminar um conto refletindo sobre o que foi lido e sem saber ao certo o que pensar. Seus contos são envolventes e quando você menos espera te pegam de algum jeito. Uma leitura impactante e que alterna entre diferentes pontos de vista que vão do fluxo de consciência ao diálogo e perpassam por passado e presente sem nunca perder o fio da meada, e ainda trazem um quê de realismo fantástico. Não à toa foi cogitada para o Prêmio Nobel de Literatura.

Fui conquistada já no primeiro conto, As Formigas, que se tornou um dos favoritos e foi quase impossível parar a leitura antes do final. Destaco além deste, os contos Tigrela, A presença, Lua crescente em Amsterdã e claro, o conto que dá nome ao livro: Seminário dos Ratos que traz uma crítica profunda ao momento histórico e político da época e que infelizmente ainda é muito atual. A frase “A situação está sob controle” é perfeita para representar o governo da época e não muito diferente dos dias atuais.

O conto se passa em uma casa de campo onde estão reunidos alguns chefes de estado discutindo a situação dos ratos que por fim invadem a casa e devoram tudo. A genialidade da narrativa de Lygia ainda consegue nos deixar em dúvida sobre quem é humano e quem é rato na situação, o que me fez lembrar muito de A Revolução dos Bichos. Simplesmente fantástico.

Com uma cadência perfeita, Lygia aborda assuntos importantes aos pedacinhos, como se pintasse um quadro e cuja imagem completa só saberemos ao final, admirados e estarrecidos. Impossível não se apaixonar.

Super recomendo a leitura.
#blogentreaspas#leiamaismulheres#literaturanacional 📚