Resenha: Sara

Livro/Conto: Sara
Autor: Fernando Rômbola @fernando.rombola
Editora: Independente/@amazonbrasil
Páginas: 31
Nota: 4/5

Sara é uma ficção científica escrita por um autor nacional contemporâneo e que em poucas páginas traz um mundo de significados e reflexões importantes. A narrativa do autor é bastante fluída e apesar de ir soltando as informações aos poucos como peças de um quebra cabeça, faz isso de forma muito inteligente mantendo a atenção do leitor e aquela sensação de não conseguir parar a leitura antes do final.

O conto nos apresenta uma mulher mais que humana, quase uma máquina, que faz uma viagem ao passado e presencia um acontecimento que abre um conflito em seu ser que luta entre os sentimentos humanos e as ordens gravadas em seu cérebro. Neste conto não temos informações aprofundadas sobre a realidade na qual é ambientado, mas no desenrolar da história o autor vai soltando algumas dicas de um governo opressor, retrógrado e cheio de ódio.

Fica claro que o foco principal da história é a luta de Sara com sua natureza dividida, nos mostrando uma mulher forte, muito mais humana que máquina, nada conformada com a realidade e que que a partir de um acontecimento do passado, vai lutar pra mudar seu caminho. Tudo isso envolto em muitos elementos de ficção científica, como viagem no tempo, paradoxos existências, biotecnologia e trazendo muita reflexão e questionamentos que é o motivo pelo qual é o meu gênero favorito.

Estou impressionada com esse primeiro contato com o trabalho do autor que me chamou muita atenção pela qualidade do texto e pela inteligência na construção do enredo e já quero um livraço com todos os detalhes desse mundo novo que fui levada a conhecer pelos olhos de Sara.

Super recomendo a leitura!
#blogentreaspas#ficçãocientífica#leianacional#scifi