Resenha: Ler, viver e amar em Los Angeles


Livro:
 Ler, viver e amar em Los Angeles
Autor(a): Jennifer Kaufman e Karen Mack
Editora:
 Casa da Palavra
Páginas: 320

Nota: 4
(sendo: 1- Não gostei 2- Gostei pouco; 3- Gostei; 4- Gostei bastante; 5Adorei)

~

Começa com Ler, …
Eu gostei bastante desse livro, embora eu tenha visto várias opniões bastante diversas a respeito dele. Concordo com algumas opniões de que a história e a narrativa não são lá daquelas que nos fazem suspirar ou ficar extremamente entusiasmados com a leitura e que o desenrolar dos fatos é lento e a protagonista não muito cativante.

Mas, como costumo fazer com algumas leituras, eu foco em um aspecto que me chama muita atenção e o restante fica em segundo plano não pesando muito na minha avaliação. E o meu foco, nesse livro, como devem imaginar, é a leitura e os livros.

A maioria dos livros com esse tema central (e principalmente os que tem alguma biblioteca envolvida), tendem a me influenciar de forma a gostar da história imediatamente. Isso, e o fato da protagonista mergulhar nos livros como forma de escapar de sua realidade (coisa que costumo fazer também), me fizeram automaticamente me identificar com a história.

Continuar lendo

Porre Literário III

Tenho todo um ritual para meus porres literários. Primeiro de tudo, abro uma garrafa de um bom vinho tinto. Depois desligo o celular, ligo a secretária eletrônica, reúno todos os livros que tenho a inteção de ler ou reler e ainda não o fiz”.

. J. Kaufman & K. Mack in Ler, Viver e Amar em Los Angeles .

Porre Literário II

Eu caio nesse estado por diversas razões. Às vezes é depois de uma briga tipo “Não aguento mais olhar pra sua cara”. Outra vezes, é sintomático do meu estado psicológico, tédio até o último fio de cabelo, minha vida que está bagunçada, e aquele sentimento de medo sempre que me perguntam o que ando fazendo. Como alguém pode colocar todas essas coisas em ordem? Levando tudo em consideração, prefiro ler. É a fuga perfeita”.

. J. Kaufman & K. Mack in Ler, Viver e Amar em Los Angeles .

Porre Literário I

As mulheres fazem coisas diferentes quando estão deprimidas. Algumas fumam, outras bebem, outras ligam para o terapeuta, algumas comem. Minha mãe costumava ficar furiosa quando ela e meu pai brigavam e, depois, se embriagava durante dias sem fim e desaparecia dentro do quarto. Minha irmã era mais do tipo frieza total; dê-lhes um gelo e, nesse meio tempo, devore um bolo gelado Sara Lee de banana. E o que eu faço – o que sempre fiz – é sumir de tudo e de todos, mergulhando em um porre literário que pode durar vários dias”.

. J. Kaufman & K. Mack in Ler, Viver e Amar em Los Angeles .