Tempestades

“Todas estas tempestades que nos sucedem são sinais de que logo há de vir a bonança e hão de sair-nos bem as coisas, porque não é possível que o mal nem o bem sejam duradouros, e daí segue que, havendo durado muito o mal, o bem já está perto”.

. Miguel de Cervantes in O Engenhoso Fidalgo D. Quixote da Mancha, v. 1 .

Mate

“Eu não sou homem de roubar nem matar ninguém: a cada um mate sua ventura, ou Deus, que o fez”.

. Miguel de Cervantes in O Engenhoso Fidalgo D. Quixote da Mancha, v. 1 .

Faço-te saber

“Não há memória que o tempo não apague, nem dor que morte não elimine”.

. Miguel de Cervantes in O Engenhoso Fidaldo D. Quixote da Mancha, v. 1 .

Deixe-me

“Aquele que me chama fera e basilisco deixe-me como a coisa prejudicial e má; aquele que me chama ingrata não me sirva; aquele que me chama mal-agradecida me desconheça; aquele que me chama cruel não me siga; porque esta fera, este basilisco, esta ingrata, esta cruel e esta mal-agradecida não os buscará, servirá, conhecerá nem seguirá de maneira alguma”.

. Miguel de Cervantes in O Engenhoso Fidaldo D. Quixote da Mancha, v. 1 .

Livre

“Eu nasci livre, e para poder viver livre escolhi a solidão…”.

. Miguel de Cervantes in O Engenhoso Fidaldo D. Quixote da Mancha, v. 1 .

Obrigação

“Eu sei, com a natural razão que Deus me deu, que tudo o que é formoso é amável; mas não consigo compreender, que, em razão de ser amado, esteja obrigado o que é amado por formoso a amar a quem o ama”

. Miguel de Cervantes in O Engenhoso Fidaldo D. Quixote da Mancha, v. 1 .

Loucura

“Podendo mais sua locura que outra razão qualquer”

. Miguel de Cervantes in O Engenhoso Fidalgo D. Quixote da Mancha, v. 1 .

Leitura

“Em suma, ele engolfou-se tanto em sua leitura, que lendo passava as noites em claro, e os dias em turvo”.

. Miguel de Cervantes in O Engenhoso Fidalgo D. Quixote da Mancha, v. 1 .

O bem já está perto…

(Charge: Karyssa Scheffer)

“Todas estas tempestades que nos sucedem são sinais de que logo há de vir a bonança e hão de sair-nos bem as coisas, porque não é possível que o mal nem o bem sejam duradouros, e daí se segue que, havendo durado muito o mal, o bem já está perto”.

. Miguel de Cervantes in O Engenhoso Fidalgo D. Quixote da Mancha .