MAY THE 4TH BE WITH YOU!

“O medo é o caminho para o lado negro. O medo leva a raiva, a raiva leva ao ódio, o ódio leva ao sofrimento”. 

. Mestre Yoda .

Não desistir

Pedro ─ E final feliz com beijo só foi inventado nos romances do século 17. Beijo no final só serve pra tranquilizar todo mundo dando ideia de que os amantes não vão mais enfrentar obstáculos. Mas sem obstáculos o amor acaba, não há mais o que contar, acabou o romance.

Ana ─ Nem beijo, nem morte… Não tem saída?

Pedro ─ Eu acho que a saída é não desistir de procurar saída. Mesmo que ela não exista.

Romance (filme)

E a bagunça na vida dela?

Amélie – Sabe a garota do copo de água?
Pintor – Sei.
Amélie – Se ela parece distante, talvez seja porque está pensando em alguém.
Pintor – Em alguém do quadro?
Amélie – Não, um garoto com quem cruzou em algum lugar e sentiu que eram parecidos.
Pintor – Em outros termos, ela prefere imaginar uma relação com alguém ausente que criar laços com os que estão presentes.
Amélie – Ao contrário, talvez tente arrumar a bagunça da vida dos outros.
Pintor – E ela? E a bagunça na vida dela? Quem vai pôr ordem?

O Fabuloso Destino de Amélie Poulain (filme)

Felizes para Sempre

Era uma vez. Felizes para sempre. As histórias que contamos são o material de sonhos. Os contos de fadas não se tornam realidade. Realidade é muito mais tempestuosa. Muito mais sombria. Muito mais assustadora. Realidade. É muito mais interessante do que viver feliz para sempre.

Episódio 1,  5ª temporada
Grey’s Anatomy

Para Sempre.

Rachel_ross_breakupIt’s just changed, everything. Forever.

Episódio “The One The Morning After”, 3ª temporada
F.R.I.E.N.D.S.

Só Você.

Existe este jogo de parquinho que as crianças brincam. Eles entrelaçam seus dedos e quando terminam de contar até três, tentam tirar os dedos uns dos outros. Você adia enquanto pode ou pelo menos mais do que a outra pessoa. O jogo não termina até que alguém diz “pare”, desiste, e pede por misericórdia. Esse não é um jogo divertido. No jogo de misericórdia quando uma criança chora, o outro escuta e a dor para. Você não gostaria que fosse assim tão fácil agora? Não é mais um jogo e nós não somos mais crianças. Você pode pedir por misericórdia o quanto quiser, mas ninguém está escutando. É só você gritando para o vazio.

Episódio 03,  10ª temporada
Grey’s Anatomy

Como um livro deveria ajudar

─ Como um livro deveria ajudar?
─ Acha que as histórias servem pra que? Essas histórias… Os Clássicos? Tem uma razão para nós os conhecermos. São uma maneira para lidarmos com o nosso mundo, um mundo que nem sempre faz sentido.

Branca de Neve in Once Upon a Time

Qualquer lugar do mundo!

Podemos nos sentar em nossa biblioteca e ainda assim estarmos em qualquer lugar do mundo”.

John Lubbock
citado por Rumplestiltskin (Fera) para Bela in Once Upon A Time

I’m fine. Really.

Well, let’s see. After you decide that I’m depressed, or whatever, you’ll put me on meds, right? Well I know hundreds of people on them and they’re all doing just fine. Really. I’ll go back to work on my new anti-depressants, have dinner with my parents and persuade them I’m back to being the normal one who never gives them any trouble. And one day some guy will ask me to marry him. He’ll be nice enough. That’ll make my parents very happy. The first year we’ll make love all the time, and in the second and third less and less. But just as we’re getting sick of each other, I’ll get pregnant. Taking care of kids, holding onto jobs, paying mortgages, It’ll keep us on an even keel for a while. Then about ten years into it he’ll have an affair because I’m too busy and I’m too tired. And I’ll find out. I’ll threaten to kill him, his mistress… myself. We’ll get past it. A few years later he’ll have another one. This time I’m just going to pretend that I don’t know because somehow kicking up a fuss just doesn’t seem worth the trouble this time. And I’ll live out the rest of my days sometimes wishing my kids could have the life that I never had. Other times secretly pleased they’re turning into repeats of me. I’m fine. Really.

*Trecho copiado do filme Veronika Decides to Die,
sem tradução!

O que você, provavelmente, já sabia

Você pode pedir a opinião dos outros
Cercar-se de conselheiros de confiança…
Mas no fim, as decisões são suas. E somente suas.
E quando for a hora de agir, e você estiver sozinho…
Com as suas costas contra a parede,
A única voz que importa é a que está na sua cabeça
A voz que falará o que você, provavelmente, já sabia
Aquela que está quase sempre certa.

Episódio 16, 8ª temporada
Grey’s Anatomy