“Por que?”

weheartit.com

Guardar uma coisa não é escondê-la ou trancá-la.
em cofre não se guarda coisa alguma.
em cofre perde-se a coisa à vista.

guardar uma coisa é olhá-la, fitá-la, mirá-la por
admirá-la, isto é, iluminá-la ou ser por ela iluminado.

guardar uma coisa é vigiá-la, isto é, fazer vigília por ela,
isto é, velar por ela, isto é, estar acordado por ela,
isto é, estar por ela ou ser por ela.

por isso melhor se guarda um vôo de um pássaro
do que um pássaro sem vôos.

por isso se escreve, por isso se diz, por isso se publica,
por isso se declara e declama um poema:
para guardá-lo:
para que ele, por sua vez, guarde o que guarda:
guarde o que quer que guarda um poema:
por isso o lance do poema:
por guardar-se o que se quer guardar”

. Antonio Cícero in Guardar .

__________________________♥

Quando mais nova tinha um caderno onde guardava tudo que eu gostava. Guardava trechos de livros, poemas, os nomes dos livros que eu lia, dos filmes que assistia, de artistas favoritos, enfim… era um baú de coisas queridas que eu guardava com muito carinho, pois sempre gostei muito de guardar. E esse é o motivo deste blog: guardar. Guardar tudo que mais gosto e admiro. Mas como diz o poema que escolhi para exemplificar o “por que?”, guardar compartilhando, mostrando, publicando, repartindo. Poucas coisas aqui são realmente minhas e por isso o blog se chama “entre aspas”. É uma coleção de memórias, trechos, livros, recortes, enfim… Uma coleção muito querida e que me faz muito bem, e que não gostaria de perder nunca.

28 comentários sobre ““Por que?”

  1. aquarela dos sonhos disse:

    Parabéns pelo blog e o motivo de guardar é um objetivo de amor à tudo aquilo que gostamos.
    Um blog, assim como a nossa casa é um lugar onde guardamos tudo aquilo que gostamos e decoramos como queremos.
    Você já ouviu falar que decoração é “de coração”. Decorar significa guardar no coração.

  2. Maria Madeiro disse:

    Pensamos que somos únicos, mas verificamos que somos “muitos”… E, é muito agradável compartilharmos esse sentimento “universal”, das nossas singularidades. Por isso, creio que me identifiquei com o blog, porque ao longo da minha vida, sempre usei “entre aspas”, nas descobertas lúdicas e poéticas da vida. Parabéns, pelo espaço maravilhoso virtual. Sinto-me em “casa”.

  3. Érica Valéria disse:

    Eu também tinha e mantenho esse hábito de guardar tudo o que me chama atenção, o que passa pelo meus olhos o que atravessa a minha vida guardo as lembranças doces e doloridas em folhas de papel e eu adorei o que li … Continue assim sempre … Guardando e compartilhando

    Boa Sorte na vida sempre

  4. Ana Maria disse:

    Tenho até hoje a mania de anotar tudo que gosto: trechos de textos, letras de música, pensamentos, inclusive idéias que vou tendo enquanto vivo e leio.Ler e anotar, acho que é a minha mais antiga mania e que permanece desde menina.

  5. Leiliane disse:

    Muito bom o teu blog … estou aperfeiçoando o meu e espero um dia ter um com a mesma qualidade !!!! Sou apenas uma amante das letras … ainda um pouco perdida na net , mas enfim … passei mesmo somente para deixar um oi !!!! 🙂

  6. paula fernandes disse:

    Sinceramente hoje, já a algum tempo esse hoje, penso sempre em não guardar nada. Cultivo o largar… o pássaro, como pássaros que vôam, o papel do recado, aquele recado, aquele bilhete. Treino esse abandono. Quero treinar essa sobrevivencia…
    Apesar disso, adorei o blog. Seu gosto é do bom. Muito bom.

  7. Isabela Langanke disse:

    Poucas pessoas sabem fazer o que você faz: dividir. E esse blog não é outra coisa a não ser um presente para todas as pessoas que são surpreendidas pela sutileza dessa coleção. Parabéns!

  8. Adelaide Mccauley disse:

    Há alguns dias eu venho e observo com muita aptidão o que é escrito, ou postado aqui. De antemão, tenha meus parabéns, viu?! Foi uma ótima idéia. Linda escolha! Gosto muito dos artistas no qual você cita aqui… E sempre tive comigo essa de guardar/publicar/repartir/sugerir/compartilhar o que mais gosto de ver, ouvir, ler. Enfim… Meu desejo é que você tenha luz, leveza e poesia sempre!
    +1

  9. Cristina Queiroz disse:

    Há alguns dias eu venho e observo com muita aptidão o que é escrito, ou postado aqui. De antemão, tenha meus parabéns, viu?! Foi uma ótima idéia. Linda escolha! Gosto muito dos artistas no qual você cita aqui… E sempre tive comigo essa de guardar/publicar/repartir/sugerir/compartilhar o que mais gosto de ver, ouvir, ler. Enfim… Meu desejo é que você tenha luz, leveza e poesia sempre!

    “separou pra pensar? o que a gente faria? se não houvesse a poesia? se não restasse farinha no nosso pão?”

  10. Cristiana disse:

    Parabéns pelo blog. Engraçado o companheiro Roberto Santana mencionar que alguém teria plagiado o nome do blog. Porque será????

  11. Lunna disse:

    Também tive um caderno desses, perdi na viagem que me trouxe pra cá. Fazia parte de um passado que queria ser esquecido naqueles primeiros dias em novas paisagens. Mas hoje, tempos depois, queria tê-lo aqui comigo. Mas…

  12. Elizangela Araújo disse:

    Adorei! Sensacional o blog….muito rico em detalhes, em relatos….

    Com relação a guardar não consigo guardar muitas coisas, meu jeito, muitas vezes imediatista não me permite……porém me entristeço ao lembrar de minha pequena agenda de infância com tantas figuras que na época me encantava, era uma metade de mim…como dizia o poema de Luis Fernando Veríssimo:

    “Metade de mim é amor e a outra também”.

    A memória é algo que o tempo não faz lembrar.

  13. léia disse:

    Boa tarde!

    Descobri seu espaço na comunidade de Clarice Lispector,
    no Orkut.

    Tenho, até hoje, um caderno que anoto trechos de livros, fragmentos de músicas, cartões postais de amigos, enfim
    tudo aquilo que desejo que fique comigo.

    Adorei seu blog, e esse poema, eu também o tenho recortado e colado em meu caderno de anotações.

    Beijo em teu core.

  14. docilda disse:

    Que lindo..
    Engraçado, eu tb sempre fui de guardar coisas como vc guardava, trechos de livros, poesias, nome de filmes e livros, alguma figura bonita de alguma revista..
    E tb concordo com o poema sem tirar nem por.
    Beijos

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s